Escolha uma Página
Loja de bike: dicas para gerenciar e obter mais lucro

Loja de bike: dicas para gerenciar e obter mais lucro

Montar uma bicicletaria ou outro tipo de loja de bike, hoje em dia, é uma alternativa para muitos empreendedores interessados nesse crescente mercado.

Acontece que, entre os conhecimentos técnicos do setor e as habilidades gerenciais de um negócio comercial, existe um abismo que pode tirar o sono de muitas pessoas.

Afinal de contas, a gestão compreende todas as minúcias que mantêm o seu empreendimento competitivo e em constante desenvolvimento.

É aí que entram as nossas dicas para você gerenciar e obter mais lucro com a sua loja de bike! Confira, aqui, e qualifique ainda mais os seus serviços prestados!

Comece com um bom gerenciamento do seu negócio

Toda a sua gestão passa, invariavelmente, por:

  • Gerenciamento de compras;
  • Controle de estoque;
  • Desenvolvimento e manutenção do setor financeiro;
  • Qualificação da sua mão de obra;
  • Atendimento ao cliente.

Dessa maneira, você compreende que deve segmentar a sua atenção em diversos pontos, e simultaneamente, para manter a sua loja de bike em equilíbrio.

No seu planejamento inicial, inclusive, você já deve contemplar questões elementares para a sua gestão eficaz, como o perfil do seu público-alvo, os diferenciais da sua marca e os objetivos em curto, médio e longo prazo.

Consequentemente, fica mais fácil a elaboração de um planejamento financeiro, a gestão do estoque e as técnicas mais eficientes para abordar, interagir e relacionar-se com o seu consumidor e clientes em potencial.

Dedique-se à gestão da sua loja de bike

É grande a tentação em assumir tudo para que o seu empreendimento decole rapidamente, só que, como vimos acima, o seu papel de gestão também significa a delegação de tarefas aos seus colaboradores.

Checklist - Manutenção de Bicicleta | Status Bike

Por isso, entenda que o seu papel é o de orientação e capacitação. Você, mais do que ninguém, entende como impactar positivamente o seu público, e deve repassar o modelo de gestão para a sua equipe.

Do contrário, um trabalho centralizado acaba por se tornar um pêndulo desequilibrado na sua rotina. Seus colaboradores não vão saber por onde seguir, com autonomia, e você vai carregar um peso extraordinário sobre os ombros, prejudicando o nível de excelência dos serviços prestados na sua loja de bike.

Monitore constantemente as métricas dos seus objetivos

Quer aumentar a base de clientes? Então, desenhe as estratégias e considere os índices que apontam a evolução desse objetivo? Quer vender produtos específicos, o mesmo caminho.

É importante sempre ter à mão as métricas que você mais necessita para saber como anda a saúde da sua loja de bike. Softwares de gestão, por exemplo, facilitam amplamente esse processo, deixando sob a sua responsabilidade a análise estratégica dos resultados obtidos.

Organize a casa

Se você já iniciou o seu negócio e o planejamento começou de modo tardio, é hora de sentar-se e organizar a casa. Avalie todo o fluxo de trabalho e identifique gargalos no processo.

Em seguida, analise o mercado e a concorrência. Veja como funciona o modelo de trabalho, no geral, e compare-o com a sua rotina profissional. Isso ajuda a diagnosticar problemas e também em elaborar oportunidades únicas de negócio para melhorar o seu gerenciamento.

Crie uma experiência de compra única

Sua loja de bike deve se diferenciar da concorrência. E, por isso, o trabalho de conhecer o seu público é tão importante.

Basta pensar: ao conhecer os seus objetivos, necessidades e dificuldades, você cria soluções personalizadas para a demanda deles. Consequentemente, a experiência de compra é ágil e eficiente, o que valoriza a sua marca, promove a fidelização de clientes e pode gerar um dos tipos de marketing mais produtivos: o boca a boca.

Mantenha-se em alinhamento com as tendências do mercado

Por fim, lembre-se que a sua capacitação não se encerra assim que a sua loja de bike é inaugurada: trata-se de um trabalho contínuo, incessante.

Assim, você deve buscar a reciclagem de conhecimentos gradualmente, para que o seu empreendimento permaneça relevante, no seu setor de atuação, e toda a sua equipe permaneça em alinhamento com as tendências do setor.

Como resultado, os seus clientes são beneficiados com produtos e/ou serviços verdadeiramente significativos para eles, e a sua marca vai se distanciando dos concorrentes que preferem a estagnação à evolução comercial.

E, por falar em desenvolver a sua loja de bike, aproveite para conferir também nossas dicas para você ter mais sucesso ainda na sua bicicletaria!

6 dicas importantes para ter mais sucesso em sua bicicletaria

6 dicas importantes para ter mais sucesso em sua bicicletaria

O mercado de serviços e produtos para bicicleta está aquecido e permanece em expansão. Isso significa, para você, que uma série de diferenciais deve ser aplicada, na sua rotina profissional, visando a atração e fidelização de clientes na sua bicicletaria. Além, é claro, de aumentar as vendas.

Para dar um empurrãozinho nessa direção, este post vem recheado de inspirações práticas para você implementar rapidamente no dia a dia. Confira, e aprenda conosco como qualificar ainda mais os serviços prestados na sua bicicletaria!

1. Planejamento, sempre

Por meio de metas em curto, médio e longo prazo, o seu negócio caminha sempre em uma direção específica, nunca acomodando-se com os resultados imediatos.

Faça um bom planejamento para sua bicicletaria

Assim, construa um modelo de negócio do qual você saiba, também, como alcançar essas metas — sejam elas pequenas ou grandes. Para isso:

  • conheça o seu público-alvo;

  • alinhe as suas soluções às necessidades e objetivos do seu consumidor;

  • procure por uma localização com alta concentração do seu público;

  • analise a concorrência e identifique oportunidades e carências que podem ser exploradas na sua bicicletaria e aumentar as vendas;

  • ofereça facilidades de pagamento;

  • tenha uma boa relação com os fornecedores, gerando parcerias sólidas e longevas.

Esses aspectos contribuem para você ter mais facilidades em buscar os seus objetivos, compondo uma rotina cada vez mais resistente contra imprevistos.

2. Crie o seu diferencial

Como havíamos adiantado, uma bicicletaria tem que se destacar, hoje em dia, tendo em vista a elevada concorrência.

E você pode fazer isso por meio de ações inovadoras — como oferecer um serviço inexplorado no mercado — ou mesmo com algumas condições especiais, como kits de acessórios prontos, acessórios específicos para os aventureiros, bicicletas infantis etc.

A sua diferenciação, aliada a um serviço de qualidade, contribui com a fidelização de clientes, além de construir a sua reputação dentro de um nicho. Consequentemente, a sua bicicletaria vai se consolidando como uma referência do setor.

3. Dedique atenção à logística da sua bicicletaria

Um bom estoque é mantido com organização e o máximo de aproveitamento do espaço para gerar um serviço rápido e eficaz. Uma boa dica, nesse sentido, são os kits de bicicletas que o fornecedor pode enviar.

Isso minimiza o uso do espaço do estoque e facilita a organização, dando à sua equipe a única responsabilidade de montá-las assim que efetuada a venda.

Lembre-se, também, que o estoque deve ser pontual e alinhado à sua demanda. Peças em excesso — ou em falta — são prejudiciais para a saúde financeira da sua bicicletaria.

4. Capacite continuamente a sua equipe

Ninguém melhor do que você — e o seu consumidor — para saber a melhor forma de atendimento. Por isso, crie o hábito de fazer pesquisas de satisfação com os clientes.

Em seguida, planeje uma rotina de treinamentos e cursos de capacitação para qualificar cada vez mais a sua equipe. Assim, você promove um atendimento personalizado, focado na satisfação do consumidor e com elevado potencial para aumentar as vendas na bicicletaria.

5. Atenção também à sua gestão

Um bom gestor sabe de tudo o que acontece na sua bicicletaria. Por isso, aprenda a delegar, mas acompanhe também todas as etapas do fluxo de trabalho para evitar que imprevistos aconteçam e se acumulem.

Gestores distantes ou negligentes podem se deparar com problemas crônicos na sua empresa, o que dificulta o seu crescimento e os resultados promissores.

6. Foco e planejamento no seu fluxo de caixa

Você não precisa ser um administrador diplomado, para gerenciar a sua bicicletaria, mas é inquestionável a relevância de trabalhar com o básico do setor para gerenciar as finanças, como:

Foco e planejamento no seu fluxo de caixa

  • fluxo de caixa;

  • entradas e saídas;

  • estoque;

  • folha de pagamento;

  • impostos e taxas;

  • manutenção e investimento do seu negócio.

Com isso, você consegue gerenciar o seu empreendimento de maneira consciente, sem sustos e com mais possibilidades de investir na hora certa, não prejudicando as suas economias.

Inclusive, se você quer saber como lidar melhor com as finanças da sua bicicletaria, aproveite para ler outro artigo nosso, que destaca o quanto um bom fluxo de caixa pode ajudar o seu negócio a prosperar!

Dicas de produtos: o barato pode se sair caro

Dicas de produtos: o barato pode se sair caro

Não são poucas as oportunidades em que achamos ter feito um bom negócio e, no fim das contas, encaramos uma série de prejuízos custos e que só causam dores de cabeça.

Você já deve ter passado por isso e, inclusive, ouvido falar no termo popular “comprar gato por lebre”. Ou, ainda, quando o “barato sai caro”.

Que tal não se deixar mais levar por dicas de produtos que pouco acrescentam de valor à sua rotina? Neste post, nós vamos explicar o quanto uma oferta de valor agregado pode ser, realmente, a melhor oportunidade para quem vai comprar uma bicicleta. Confira!

Por que compramos barato e pagamos caro?

A resposta para isso pode variar, mas, em geral, a resposta é: economia. Nós nos deixamos levar pela etiqueta de preço mais atraente, esquecendo tudo o que pode estar por trás daquela oferta realmente atrativa.

Quando falamos em uma bicicleta, ainda, o prejuízo pode ser tão grande quanto variado. Peças de má qualidade quebram em pouco tempo de uso — independentemente dos seus cuidados —, a manutenção é custosa e a sua reputação com os clientes é abalada.

Por isso, convém um investimento mais objetivo comprando kits direto da fábrica, que corta os intermediários duvidosos e gera mais facilidades para o seu negócio.

Por que investir em valor agregado?

Quando consideramos a opção de um kit de bicicleta para você montar na sua bicicletaria, podemos analisar uma série de vantagens. Entre as principais destacamos as seguintes:

Dicas de produtos: Por que compramos barato e pagamos caro?

  • o estoque de sua loja passa a ser mais otimizado;
  • há uma redução no custo com frete;
  • facilita o manuseio de sua equipe;
  • margem de lucro maior para a bicicletaria.

Isso tudo se configura em uma oferta de produto com valor agregado, sendo uma das nossas principais dicas de produtos para você. O kit de bicicleta é uma opção atrativa, que contribui com o desenvolvimento de sua marca e com uma significativa quantidade de riscos e imprevistos.

Além disso, esse tipo de negociação valoriza a sua economia — em médio e longo prazo. Afinal de contas, a fábrica que fornece o produto completo para você ter um respaldo do próprio mercado como pioneira, inovadora e de elevada credibilidade.

Para o seu negócio, as nossas dicas de produtos podem gerar uma série de conveniências associadas ao nível de excelência praticado. Ao montar a sua bicicletaria, você já adquire também uma certificação de qualidade com esses produtos mais vantajosos.

Diferentemente, por exemplo, de ofertar um preço baixíssimo com produtos que só vão trazer dores de cabeça para o seu consumidor.

Que tal fazer a diferença no seu ramo de atuação?

Kits de bicicleta têm se mostrado uma verdadeira opção vantajosa para as bicicletarias e oficinas de bikes. Anteriormente, nós destacamos algumas das vantagens ao investir nessas dicas de produtos, mas é importante que você tenha entendido a diferença entre pagar barato e assumir uma parceria produtiva, em longo prazo e com alto valor agregado.

Vamos ver, então, o que mais o seu negócio pode lucrar ao creditar em nossas dicas de produtos, e por meio desse tipo de parceria? Para isso, dê uma conferida em nosso artigo que explica todas as vantagens de comprar um kit de bicicleta para a sua empresa!

Entenda a importância de possuir a certificação da bicicleta infantil

Entenda a importância de possuir a certificação da bicicleta infantil

Uma bicicletaria de sucesso não se preocupa, apenas, com a diversidade de itens e serviços no estabelecimento. Quando falamos em bicicleta infantil, principalmente, temos que ter a preocupação essencial com a segurança dos nossos ciclistas-mirins.

A questão, inclusive, não remete apenas a um ponto de atenção diferenciado do seu negócio. A certificação da bicicleta infantil é uma exigência de órgãos regulatórios.

E é sobre essa preocupação obrigatória — e muito bem-vinda — que gostaríamos de discutir neste post. Confira e entenda a importância de possuir a certificação da bicicleta infantil!

Por que cuidar da certificação da bicicleta infantil?

Como havíamos adiantado, a certificação é uma obrigatoriedade para quem gerencia uma loja de bicicletas. A exigência surgiu, inicialmente, por meio da Portaria 038, de 2005.

Certificação da bicicleta infantil

Ela e a NM 301 já atestavam a relevância — e obrigatoriedade — em ter certificações de segurança para a bicicleta infantil e outros modelos.

Acontece que, com base nas recentes atualizações, como as Portarias 313/2015, 656/2012 e 361/2011 (todas do INMETRO), algumas questões foram modificadas.

Quem deve certificar a bicicleta infantil?

No geral, a bicicleta infantil — e a sua certificação — é de responsabilidade das empresas que fabrica o conjunto completo. Mesmo assim, as bicicletarias podem cuidar desse aspecto, oferecendo ainda mais segurança às crianças com interesse em pedalar desde cedo.

Atualmente, algumas exigências nesse sentido pregam pelo seguinte:

  • bicicletas abaixo de 43,5 cm são consideradas brinquedos e, portanto, são certificadas pela NMB NM 300;
  • acima disso, e até 63,5 cm, já se considera uma bicicleta infantil e, portanto, presente na certificação NBR NM 301;
  • bikes com mais de 63,5 cm já são consideradas mais adequadas para uso adulto.

Isso significa que é importante, para as bicicletarias, proporcionarem um serviço de qualidade e alinhado às exigências dos órgãos. Inclusive, se elas vendam bicicletas prontas ou kits de bicicleta no lugar!

Como a Status Bike cuida da certificação de uma bicicleta infantil?

Vale adiantar que a Status Bike é amplamente comprometida com a segurança dos seus ciclistas — independentemente de suas idades.

Quando falamos em bicicleta infantil, temos uma questão delicada, que é a bicicleta aro 16. Os nossos modelos são certificados pelo Inmetro, e em todas as versões que comercializamos, como:

  • com aro em polipropileno;
  • com aro em alumínio;
  • com aro aero.

Como a certificação é obrigatória para componentes individuais a partir do aro 20, muitas bicicletarias que ofertam boa variedade de modelos de bicicleta infantil se confundem quanto à necessidade ou mesmo o valor de fornecer esse diferencial.

A questão se torna um problema, porque os estabelecimentos não se atentam ao fato de que os modelos de bicicletas aro 16 devem ser certificados como um conjunto (o kit completo). Até por isso, a Status Bike se preocupa com esse aspecto, reforçando a qualidade dos seus produtos nesse modelo.

A Status Bike é especialista e uma grande referência na distribuição de peças. Não à toa, fez-se a importância em garantir o certificado do INMETRO para os nossos kits para modelos com aro 16.

Para isso, garantimos a qualidade dos produtos por meio do processo de fosfatização por imersão: um procedimento que recobre os metais com fosfatos de monoácidos e neutros de zinco, ferro, manganês ou cromo, aumentando a porosidade e permitindo uma profunda penetração da tinta fazendo com que o produto ganhe resistência à corrosão.

Além disso, todos os nossos quadros são produzidos com aço de carbono. Quer saber mais a respeito de uma boa bicicleta infantil? Então, solicite o quanto antes um orçamento para a nossa equipe e certifique-se de ter um modelo de bike seguro e confiável!

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua bicicletaria?

O que é fluxo de caixa e como ele pode ajudar sua bicicletaria?

Toda empresa — independentemente do seu porte ou ramo de atuação — depende de uma organização financeira impecável, como o fluxo de caixa. Ou seja: a sua bicicletaria não é exceção.

Especialmente, por se tratar de uma empresa com amplo potencial de diversificação, seja em serviços e/ou produtos. O que reforça o valor que deve ser dado à sua gestão financeira — com particular atenção à elaboração e manutenção do seu fluxo de caixa.

Neste post, vamos explicar o que é o fluxo de caixa, a sua importância e como organizar o seu. Assim, sua bicicletaria vai ficar cada vez mais imune a imprevistos e equívocos que colocam em xeque a saúde financeira do seu negócio. Boa leitura!

O que é o fluxo de caixa?

Em resumo, o fluxo de caixa é um modelo de organização das movimentações financeiras da sua empresa. Quer dizer: todas as entradas e saídas devidamente documentadas e registradas para que você tenha uma perspectiva clara, precisa e objetiva das suas finanças.

O que é o fluxo de caixa?

Sem o fluxo de caixa na sua bicicletaria, é impossível avaliar os ganhos, a sua real situação financeira ou mesmo projetar objetivos e metas em curto, médio e longo prazo.

Como utilizar fluxo de caixa na bicicletaria?

Qualquer decisão que você tenha que tomar, o fluxo de caixa se faz necessário. Afinal de contas, é a partir da situação financeira do seu negócio que essas escolhas serão feitas.

Portanto, é necessário registrar, nesse documento, todos os lançamentos, como as suas contas a pagar — aluguel, impostos, fornecedores etc. — e as contas a receber.

Com base nos valores propostos, você passa a compreender o quanto vai ter de renda, ao final de um mês, por exemplo, e o quanto de saldo você terá no caixa de sua empresa. Deu para entender a importância disso para qualquer decisão que você tenha que fazer?

Quais são os riscos em negligenciar o uso de um fluxo de caixa?

A seguir, vamos apontar alguns dos riscos que a sua bicicletaria pode correr ao não ter um fluxo de caixa para amparar a tomada de decisão do dia a dia:

  • desperdício de tempo para avaliar as decisões — que seriam tomadas com mais rapidez se o fluxo de caixa fosse utilizado;
  • aumento no seu custo operacional;
  • imprevisibilidade de resultados;
  • risco de entrar em dívidas.

Portanto, é fundamental dispor de um fluxo de caixa fácil, adaptável e que permita a sua análise estratégica e, assim, evitar infortúnios relacionados à sua gestão financeira.

Como gerenciar o fluxo de caixa?

Vamos partir para a questão prática da organização de um fluxo de caixa? Para tanto, monte uma planilha ou, preferivelmente, opte por uma solução digital que compreenda esse modelo.

Assim, você só tem o trabalho de registrar os valores, e ainda conta com funções diversas, como a geração de relatórios para montar o seu planejamento ou mesmo a sincronia com o seu estoque.

Em seguida, avalie cuidadosamente todas as movimentações ocorridas na sua bicicletaria: as entradas nos campos destinados e, as saídas, igualmente. Com base nos valores, você pode monitorar continuamente a saúde financeira do seu negócio.

E então, deu para entender a importância do fluxo de caixa e o quanto essa simples ferramenta pode impactar profundamente a gestão da sua bicicletaria?

Agora, para complementar o que vimos aqui, confira também nosso post que explica os riscos que o seu negócio está à mercê ao comprar produtos sem nota fiscal!

Dicas de como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro e fazer sucesso

Dicas de como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro e fazer sucesso

Você sabia que é possível aprender como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro? Afinal de contas, esse negócio pode ser empreendido com agilidade e em curto prazo.

Ou seja: é possível ir das ideias e o planejamento até a prática com facilidade. Claro, o processo demanda muitos cuidados e boa dose de estratégia para garantir o sucesso de sua empreitada.

Mas, para facilitar a sua jornada, nós preparamos este post. Confira, e aprenda conosco como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro para gerenciá-la estrategicamente!

Comece avaliando o mercado

Você conhece o setor, sabe quais são as oportunidades que podem nascer dele, as suas carências e, principalmente, entende quem é o público-alvo da sua futura marca?

Isso tudo influencia diretamente no planejamento sobre como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro. Em primeiro lugar, porque torna o seu investimento mais assertivo.

Mas é importante destacar, também, que oferece uma amplitude de conhecimento necessária para a tomada de decisão, como:

  • escolha do ponto;
  • tipo de produto a ser oferecido;
  • variedade de itens e serviços para o consumidor;
  • relacionamento com os fornecedores.

Além de facilitar o planejamento financeiro para dar início ao seu negócio e entender, definitivamente, como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro.

Tenha um diferencial

O que distinguiria a sua bicicletaria de toda a concorrência? Entenda o que você pode oferecer e, em seguida, trabalhe para explorar essa característica única.

Como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro?

Pode ser um atendimento diferenciado, uma logística única e até mesmo a atuação em um nicho pouquíssimo explorado. Identifique a sua força e promova-a para que o seu público-alvo absorva os valores intrínsecos à sua prestação de serviços e oferta de produtos.

Atenção, apenas, para o óbvio em entender como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro: independentemente do trunfo que você carregue no DNA de sua empresa, muito do valor agregado deve estar na qualidade dos seus produtos.

Qualifique a sua equipe profissional

Partindo para a gestão em aprender como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro, lembre-se que você é um modelo. E, como tal, deve ser inspirador.

Para isso, cuide dos seus profissionais. Treine-os, capacite-os e faça com que eles assimilem definitivamente os pilares institucionais da sua bicicletaria para que, durante o atendimento, os clientes percebam essa uniformidade.

Como consequência, você vai ter menos custos com admissões e demissões, vai ter uma equipe constantemente motivada e um público fiel, que vai buscar na sua bicicletaria a solução para as suas necessidades e objetivos.

Conheça e se relacione com os seus fornecedores

Por fim, nossa última dica para descobrir como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro está relacionada a um importante fator: a sua parceria com os fornecedores.

É importante que esse fator esteja devidamente alinhado, e que o seu parceiro entenda, especificamente, as suas necessidades.

Assim, fica fácil alinhar pretensões e projeções. Muitos fornecedores, por exemplo, podem concentrar boa parte da produção, deixando você com mais flexibilidade para montar a sua bicicletaria — é o caso do envio dos kits de bicicletas  — não montadas.

O resultado disso é um envio mais acessível, que demande menos espaço físico e que qualifique a sua equipe a montar as bicicletas já de acordo com o perfil do seu consumidor.

E então, deu para entender como dar início às suas ideias empreendedoras para, então, descobrir como montar uma bicicletaria com pouco dinheiro? Que tal conferir, agora, o catálogo diferenciado da Status Bike e já planejar o seu negócio com uma parceria frutífera e duradoura?